Outro caso de plágio

Vários órgãos de comunicação social têm vindo a discutir mais um caso de plágio em teses de Mestrado, cometido por atuais membros de grandes partidos políticos. O caso não é inédito, e, só na Alemanha, já foram denunciados vários casos, como o de Karl-Theodor zu Guttenberg e Annette Schavan. No entanto, do ponto de vista de linguista forense, a situação é bem mais complexa. Nesta notícia (que partilho), não se entende minimamente o que foi plagiado e o que não foi. É função dos linguistas forenses conseguirem distinguir o “trigo do joio”, aquilo que é plágio daquilo que não é. Nem tudo o que parece é, e muitas acusações de plágio são apenas casos de sobreposição textual. Não quero, com isto, dizer que é o que acontece neste caso específico. Sem análise, não há resultados conclusivos. Boa leitura!

theses_plagiarismhttp://www.helsinkitimes.fi/finland/finland-news/domestic/15539-huhtasaari-is-not-an-exception-says-plagiarism-researcher.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s